Sábado, 22 de Fevereiro de 2014

Da reação diante da visão por parte daqueles que viram

Trinta quilômetros do ponto de onde a espantosa rocha erguia-se discretamente no firmamento, uma pequena colina servia de assento para três figuras silenciosas de barbas brancas e compridas e vestes escuras e longas. Era o ponto mais alto da Poligônia, um pequeno vilarejo onde todos se distraíam entre as festividades da noite de equinócio, ao som das violas anisomórficas e das vozes das jovens aldeãs. Todos exceto os três, que cuidavam atentamente os astros.

Quase imperceptivelmente, um pequeno ponto claro fez-se vagamente visível na abóbada celeste. Um dos três ergueu-se, para melhor observar.

"É nóis?", proferiu um dos que permaneceram sentados.

"Como é que é?", perguntou o terceiro.

"É ele", afirmou em voz baixa o primeiro, que parecia alheio à realidade terrena. "Tudo o que os anciãos disseram era verdade." Os outros se levantaram. A mancha luminosa permaneceu no céu por um não muito longo instante, e desapareceu.

"E agora?", perguntou o terceiro.

"Agora teremos que partir. E logo, pois é questão de uma ou duas auroras até eles atingirem a Torre de Réaumur."

"E como diabos vamos chegar lá antes deles?", perguntou o segundo. "Vamos levar no mínimo uma semana até lá."

"Não chegaremos primeiro, o que é uma lástima, mas não chega a ser um problema, desde que cheguemos em tempo. E não levaremos uma semana. Não se nós empregarmos o Método."

"O Método?", exclamaram os outros dois.

"Sim, o Método. É difícil e arriscado—"

"Muito arriscado!", exclamou o segundo.

"—, mas não temos coisa melhor. Teremos que consultar os velhos livros e recitar as longas tradições. Vinde! Desfrutemos pelos poucos instantes que temos da noite de equinócio, e apazigüemos nossos ânimos. A noite será longa."

publicado por Anarco-Absolutista às 04:59
link do post | favorito
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

.mais sobre mim

.pesquisar

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Ode oito mil

. Uma história de decadênci...

. A Torre de Réaumur, uma e...

. Uma frivolidade semi-arca...

. Da fulminante e providenc...

. Uma pequena verborragia p...

. #9

. Da reação diante da visão...

. Precisamente desta maneir...

. A análise semântica do úl...

. #5

. Canção fugaz e sem import...

. Da gloriosa e peculiar ap...

. Uma primeira observação

. A Revelação de Míster-Qua...

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Agosto 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds